Amphenol

Blog

Conheça os padrões de conectores automotivos e suas diferenças

3 de maio de 2022

Veículos elétricos não são mais tão raros no Brasil e no mundo. Encontrar carros elétricos rodando pelas ruas é algo cada vez mais comum, contando com fabricantes como a Audi, Ford, Toyota, Volkswagen, Honda, Volvo, Bentley, Peugeot e o tão referenciado Tesla.

Além de garantir mais sustentabilidade, a qualidade desses veículos chamou a atenção dos consumidores.

Mas esse tipo de veículo exigiu mais atenção para a segurança, já que esses carros oferecem contato com cargas elétricas para sua recarga de bateria, necessitando de conectores que suportem altas voltagens.

Nesse conteúdo, você irá compreender quais são os padrões de conectores automotivos exigidos pelo mercado para garantir a qualidade e segurança do veículo e as diferenças entre cada um deles.

Conectores automotivos precisam de certificação UL e VDE?

Para assegurar ao consumidor a qualidade e a segurança no manuseio dos carregadores de carros elétricos, as empresas de conectores precisam atender as necessidades específicas de cada país em que esses equipamentos serão comercializados.

Os fabricantes de automóveis, tanto os europeus quanto os americanos, precisam fornecer dois conjuntos de produtos ou fornecer cabos conectores que atendam a todos os padrões aplicáveis a eles.

Levando isso em consideração, existem duas certificações que são necessárias para a fabricação de cabos conectores para carros elétricos: a UL (Underwriters Laboratories) e VDE (Verband der Elektrotechnik).

Ambas têm como protocolo seguir testes rigorosos de aplicação, garantindo mais eficácia, confiabilidade, sustentabilidade e segurança do produto para o consumidor e o veículo. Essas duas certificações são necessárias para a comercialização de cabos conectores para o mercado elétrico automobilístico.

Padrões de conectores automotivos

Como englobam segurança de usuário e vida útil de um produto de alto valor, é necessário que os conectores automotivos sejam produzidos com base em testes rigorosos.

Atualmente, além dos padrões de segurança, no mercado, encontram-se três padrões automotivos: LVDS, LV214 e USCAR.

Padrão de conector automotivo LVDS

O LVDS (Low Voltage Differential Signaling) é o mais genérico dos padrões de transmissão de dados em alta velocidade. Esse padrão é utilizado para monitores automotivos e câmeras digitais.

O padrão LVDS transmite sinais através de tensões opostas nos condutores, garantindo imunidade referente a interferências externas na transmissão. Além disso, por lidar com uma corrente elétrica muito baixa, o padrão LVDS gera pouquíssima interferência eletromagnética.

No uso automotivo, esse padrão lida com a transmissão de imagens pelo televisor do painel, assim como outras aplicações que envolvam conforto e segurança do usuário.

Padrão de conector automotivo LV214

Utilizado pelas fabricantes alemãs (Audi, BMW, Daimler, Porsche e Volkswagen), o padrão automobilístico LV214 monitorara a qualidade do terminal crimpado, que estão ligados ao chicote elétrico automotivo, fazendo o carro funcionar.

O LV214 possibilita que seja detectado e avisado no monitor do veículo os modos de erro e a qualidade dos terminais crimpados, garantindo a aplicação de pressão suficiente à crimpagem.

Diferente do padrão USCAR, que explicaremos a seguir, o LV214 destina-se ao alojamento virtual do conector, tendo o terminal de crimpagem colocado separadamente.

Padrão de conector USCAR

Os padrões USCAR (US Council for Auto Research) englobam diversas áreas do setor automotivo, como segurança, fiação elétrica, eletrônica e armazenamento de energia.

Os mais recentes designs automotivos são habilitados com sistemas de comunicação entre os dispositivos utilizados no transporte da carga elétrica.

O maior diferencial entre o USCAR e o LV214 é que o USCAR segue um teste de hidrólise mais rigoroso e amplo, o que, consequentemente, acaba exigindo que esse padrão necessite de materiais plásticos para o alojamento conector, por exemplo.

Os cabos conectores automotivos Amphenol

Os conectores automotivos Amphenol têm como objetivo levar solução e tecnologia de ponta ao segmento.

Acompanhando a crescente demanda do mercado para carregamento de VE’s, a Amphenol desenvolveu as soluções de interconexão de maior relevância do mercado, liderando em inovação e qualidade com as linhas de conectores NETBridge+ e FlexLock® de 2,54 mm.

Seguindo o padrão USCAR-2, os cabos conectores FPC-to-Board FlexLock® de 2,54 mm da Amphenol foram projetados para atender as necessidades de sistemas confiáveis de gerenciamento de bateria em VE’s.

Com capacidade nominal de corrente de 3 A por contato e layout mais simples, esses cabos conectores diminuem o peso exercido pelos aplicativos BMS, sendo uma alternativa discreta às soluções Wire to Board.

Os cabos conectores FPC-to-Board FlexLock® estão disponíveis entre 10 e 30 posições em dupla fileira com configurações verticais e horizontais TH e SMT.

Já o sistema modular de conectores Ethernet automotivos, o NETBridge+, é uma versão atualizada do cabo conector automotivo NETBridgeda Amphenol e é compatível com o padrão USCAR-2.

O NETBridge+ usa um par trançado de cabos para transmitir até 10 Gb/s e está disponível em configurações miniaturizadas e seladas. Para conferir todas as especificações de toda a linha de produtos Amphenol para Veúcilos elétricos, acesse nosso site clicando aqui!

Para manter você atualizado com o cenário VE’s no país, a Amphenol desenvolveu um e-book com as previsões e as tendências do mercado. Clique aqui para baixar gratuitamente.

Receba nossas novidades

Ao se cadastrar você concorda com nossos termos de política de privacidade.